quinta-feira, 10 de julho de 2014

Projeto Menina Abusada é realizada 2° Etapa do projeto em Areial


Na 2° Etapa do Projeto Menina Abusada que foi realizado no Município de Areial na Escola Municipal Geraldo Luiz de Araújo, hoje Quinta-Feira (10/07/2014), foram feitas diversas apresentações, sobre os temas; Orientação sexual, reprodução humana, relação de gênero, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), corpo humano, violência sexual e meios de prevenção. O evento contou com a Presença da Secretaria de Educação Socorro Pereira, Prefeito Cícero Pedro Meda de Almeida, Professores, Coordenadores da rede municipal de ensino, Psicólogos, Assistente Sociais, Secretários e Diretores Municipais e a Promotora Soraya Escorel.

No período da manhã, foram realizados encontros com os professores e técnicos de Educação do município, onde foi explicado pela equipe do projeto a forma a ser trabalhada a temática da violência sexual. Na ocasião, também foi repassado todo o material pedagógico do projeto a ser executado em três semanas: na primeira, será trabalhado Orientação Sexual; na segunda, Violência Sexual, e na terceira semana, trabalha-se a Prevenção.


No turno da tarde, após uma almoço na escola Geraldo Luiz de Araújo, foi realizada uma reunião com os pais no Clube CESMA, para conscientizar sobre a importância do projeto, o papel da escola e da família no enfrentamento à violência sexual infanto-juvenil, sendo a palestra proferida pela coordenadora do Caop. Ainda no período da tarde foi discutido com os professores o cronograma de atividades, sugestões de oficinas e entregue aos professores material de estudo sobre e tema.


As escolas de ensino fundamental incluirá, obrigatoriamente, conteúdo que trate dos direitos das crianças e dos adolescentes, tendo como diretriz a Lei 8.069, de 13 de julho de 1990, que institui o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), observada a produção e distribuição de material didático adequado”. Esse é o parágrafo 5º do artigo 32 da Lei 9.394/1996, que o Ministério Público da Paraíba (MPPB) quer que seja cumprido nas escolas do estado da Paraíba.

Para isso, o MPPB, por meio do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa da Criança e do Adolescente (Caop da Criança e Adolescente) e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Educação (Caop da Educação), está instaurando procedimento administrativo para acompanhar a obrigatoriedade do cumprimento por parte das Secretarias da Educação do Estado e dos municípios no que diz respeito ao ECA.


Todos os Professores e Diretores, irão desenvolver juntamente com seus alunos diversos materiais para serem expostos nas salas de aulas sobre a violência sexual contra criança e adolescente. Os pais foram receptivos ao projeto e se manifestaram no sentido de apoiar a inciativa da escola, entendendo que é muito importante para seus filhos saber com se proteger e se prevenir de caos de violência sexual.

No evento, a secretária de Educação, Socorro Pereira e o Prefeito Meda Almeida assinaram um termo se comprometendo a disseminar o projeto Menina Abusada em todas as escolas do município. 








Obs.: Mais fotos na Página Oficial da Escola Geraldo Luiz no Facebook, Aqui!
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...