domingo, 25 de agosto de 2013

Nova MTV Brasil estreia em 1º de outubro

A MTV Brasil, que não faz mais parte do grupo Abril, deverá ressurgir totalmente reestruturada a partir do dia 1º de outubro. A marca detentora dos direitos do canal, Viacom – cuja sede fica em Miami – decidiu que o canal vai funcionar com 40% de programação nacional e o resto será conteúdo em inglês, com legendas ou dublagens. O vice-presidente da emissora, Tiago Worcman, já estaria trabalhando nas traduções. As informações são da coluna de Patrícia Kogut.

A MTV preparou um especial para se despedir do público e trouxe de volta VJs que fizeram sucesso na casa para apresentarem as últimas edições dos programas mais lembrados da emissora.

Em seu Facebook, a apresentadora Sabrina Parlatore – que marcou o Disk MTV, quadro que mostrava os clipes mais pedidos do dia – comentou que a série de despedidas começaria em agosto e revelou que foi convidada para apresentar a última edição dos clipes que compunham o top 10 da emissora.


Na época do convite, ela disse: "Galera, à partir do dia 19.08 irá ao ar, na MTV, uma série de programas em que os ex-VJs mostrarão seus programas favoritos de quando trabalharam na emissora. Eu fui convidada a apresentar o último DISK MTV com clipes selecionados por mim! Olha a 'responsa'! Aceito sugestões. Abaixo um vídeo bem legal da entrevista que concedemos à Folha na ultima semana! Beijos e a gente se encontra logo mais na MTV!".

Estiveram presentes no especial ícones do canal como Didi Wagner, Cazé Peçanha, Sarah Oliveira, Astrid Fontenelle, Cuca Lazarotto, Carla Lamarca, Marcos Mion, Felipe Solari, André Vasco, Kenia e Keila Boaventura, Soninha Francine, Marina Person, entre outros.

O fim da emissora marca o período de reestruturação pelo qual editora Abril está passando. O contrato com a marca detentora dos direitos do canal estaria perto do fim, mas rumores indicariam que a emissora ficará operando com apenas 40 funcionários e em ritmo de reprises até o fim do ano. A Viacom, no entanto, fechou os novos planos para relançar uma nova MTV Brasil como canal pago.

Além da reestruturação do grupo Abril – que, além da MTV, fechou as revistas Alfa', 'Bravo!', 'Gloss' e 'Lola', e o portal 'clube Alfa' e demitiu mais de 150 funcionários – o canal não seria lucrativo para a marca, que ainda pagava um alto valor à Viacom. Ano passado, a MTV, que já não estava muito bem, perdeu figuras importantes para canais maiores. Foi o caso de Marcelo Adnet e Tatá Werneck, que migraram para a rede Globo, e Dani Calabresa, que foi para a Band.

Fonte: AGÊNCIA BANG SHOWBIZ



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...