sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Halloween: A verdadeira história sobre o Dia do Halloween


O dia das bruxas, é festejado na noite de 31 de Outubro. Teve origem nos antigos povos da Grã-Bretanha e Irlanda, que acreditavam que, a véspera do Dia de Todos os Santos, os espíritos voltavam para suas casas. Aos poucos, a comemoração foi-se tornando pública e muitos rituais começaram a ser praticados, mas sempre em tom de brincadeira, como adivinhas e jogos para saber quem iria casar ou ganhar muito dinheiro naquele ano.Com isso o costume de festejar a data foi ganhando adeptos, principalmente entre crianças e adolescentes.

Levado para os Estados Unidos pelos colonizadores, o Halloween é, hoje em dia, uma das festas mais populares do país. Fantasiados conforme manda o figurino fantasmagórico, meninos e meninas percorrem as casas vizinhas repetindo a frase: "Trick or Treat?" (travessuras ou gostosuras), e recebem doces em troca do sossego dos donos da casa.



Alinhar ao centro
História desenvolvida do Dia das Bruxas



A palavra halloween é originária do inglês, onde é a contração de duas palavras: hallowed - santo e o final "e'en" - noite, ou "All Hallow Eve", que significa Noite de Todos os Santos. É comemorada no dia 31 de Outubro.Tem origem há centenas de anos atrás, onde é hoje a Grã Bretanha e o norte da França. Lá viviam os celtas. Os celtas comemoravam o Halloween. Eles tinham uma religião chamada Wicca. Os sacerdotes wiccas eram chamados druidas.


Para os wiccas, existe um Princípio Criador, que não tem nome e está além de todas as definições. Desse princípio surgiram as duas grandes olaridades, que deram origem ao Universo e a todas as formas de vida: o Princípio Feminino ou Grande Mãe e o Princípio Masculino ou deus Cornífero. Os wiccas acreditam que A Grande Mãe representa a Energia Universal Geradora, o Útero de toda criação. É associada aos mistérios da Lua, da intuição, da noite, da escuridão e da receptividade. A Deusa se mostra com três faces: a Virgem, a Mãe e a Velha Sábia (relacionada à bruxa, na imaginação popular).


Da mesma maneira, acreditam que o deus Cornífero é o símbolo solar da energia masculina, nasceu da Deusa, sendo seu complemento, trazendo para si os atributos da coragem, pensamento lógico, fertilidade, saúde e alegria.

Na wicca, o deus Cornífero nasce da Grande Mãe, cresce, se torna adulto, apaixona-se pela Deusa Virgem, fazem amor, a Deusa fica grávida, o deus Cornífero morre no Inverno e renasce novamente, fechando o ciclo do renascimento, que coincide com os ciclos da natureza.


O Site do Kadaj Neto, deseja aos leitores um Halloween, Cheio de Doces e Travessuras!

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...