terça-feira, 13 de dezembro de 2011

K-Pop: Show do Cube Hoje no Brasil!

 
 'É a vez dos coreanos agora', diz cantora de k-pop G.NA Três artistas da Coreia do Sul tocam nesta terça (13) em São Paulo. Ao G1, eles falaram da surpresa de encontrar tantos fãs no Brasil.

Juventude, beleza, timidez com toques de sensualidade e canções que grudam na cabeça. Essas são as armas do k-pop, o pop coreano, gênero que será representado na noite desta terça-feira (13) no palco do Espaço das Américas, em São Paulo, no evento United Cube. A turnê reúne três dos principais nomes da música do país asiático: o Beast, formado por seis garotos, o 4Minute, um quinteto de meninas, e a cantora G.NA. Os shows acontecem a partir das 19h, com ingressos disponíveis pelo site: www.ingressorapido.com.br.

 As apresentações de São Paulo serão as últimas da turnê que começou no mês de agosto em Seul, na Coreia do Sul, e passou em seguida por Tóquio e Londres. Segundo a assessoria do evento, muitos fãs dos grupos dormiram em frente ao Espaço das Américas nessa madrugada, enquanto outros receberam os artistas no aeroporto com cartazes e fotos, após os três voarem por 30 horas para chegar ao Brasil.

Apesar de ficar surpresa com a paixão dos brasileiros, G.NA acredita que o sucesso da música pop coreana está relacionado a uma nova era do entretenimento, onde artistas que não cantam em inglês estão em ascensão. “Assim como muitos outros, cresci ouvindo a música americana, mas me parece que agora é a vez dos coreanos. Hoje em dia representamos o papel dos Estados Unidos dentro do pop. As pessoas estão cada vez mais treinando nossas letras e aprendendo a cantá-las”, cravou, em entrevista ao G1 na tarde desta terça-feira (13) em um hotel na capital paulista.

Yoon Doo-joon, líder do Beast, evita comparações com o j-pop, a música pop japonesa, e foge de polêmicas ao ser questionado qual dos dois gêneros é maior hoje em dia fora de seus países de origem. “É difícil falar se um é melhor do que o outro”, esquivou-se. “No caso do k-pop, o forte é a performance, mas os gêneros têm características tão contraditórias que fica complicado afirmar qualquer coisa”.

Para G.NA, o grande diferencial do k-pop é a característica “chiclete” da maioria das canções. “A melodia e o ritmo ficam na cabeça das pessoas”. Mas a cantora logo afirma que sua música vai além de tais características. “Quando os fãs começam a traduzir as letras, eles percebem que tem algo de mais profundo ali”.

Os grupos pretendem retribuir no palco o carinho que tem recebido dos fãs daqui, com os quais mantém contato graças às redes sociais. “O simples fato de tocar para o Brasil já é uma grande surpresa para nós”, afirmou Nam Ji Hyun, cantora do 4Minute. “Queremos dar o nosso melhor e mostrar de volta toda essa paixão dos brasileiros”.

G.NA vai além e não é econômica ao expressar o sentimento de tocar num lugar tão distante da Coreia do Sul como o Brasil. “É o sonho de qualquer artista ter contato com diferentes culturas ao redor do mundo, trocar olhares e conhecer os fãs”, disse. “Por ser a primeira vez aqui, a expectativa é muito grande. Queremos sentir o público brasileiro. Eu amo esses fãs!”, finalizou.

United Cube em São Paulo

Onde: Espaço das Américas - Rua Tagipuru, 795, Barra Funda
Quando: terça-feira (13), a partir das 19h
Ingressos: pelo site www.ingressorapido.com.br

Matéria retirada na íntegra do site do G1.Globo.com!
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...