segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Letra Traduzida: The GazettE - Kare Uta


The GazettE - Kare Uta
kuukyo datta kokoro no uta imi nado sagasezu
furikaereba soko ni wa nani mo, nokottenakatta.

toki ga tateba iroaseteku, hana no you na uta hibiku hazu mo nai kareta uta

kako wo motomete hanareteyuku wakatteta hazu nano ni naze itamu?
mimi ni nokoru sono neiro wa dore dake mune ni hibiitekuretemasu ka?

"nani mo kawaranai no ni" ano koro yori mo...
"mae wo muketeiru no ni" okashii na...
"dandan tooku natte" te ga todokanakunatte, sabishii no wa onaji hazu na no ni...
"nani wo motometeiru no?" wakaranakunatte...
"kidzukeba mou doko ka e" tobitatta ato...
"muryoku na jibun ni kidzuki" furikaereba, soko ni wa hikarabita egao ga...

doushiyou mo naku kanashii toki ni oboreru namida no you na itsuwaru koto no nai uta wo
kotoba ni naranai hodo ureshii toki ni egao no you na uta ga utaetara.

furue wa mada hidoku tsudzuku iki wo kirashi tachidomareba nani mo nakatta
ano toki to onaji tsumetai mainichi ni kaeritaku wa nai.

osanaki koro kara yume miteta yume no naka ippo zutsu mata ippo zutsu...
"sasaeatte waraiatte naite kizutsuite"
onaji iro no yume wo tomo ni aruite ikou.

doushiyou mo naku tsurai toki miseta yowasa wo sasaetekureta shinjiru hito e
bukiyou na kotoba de shika ienai kedo kareta koe ga tomaru made doko ni itai

doushiyou mo naku kanashii toki ni koboreru namida no you nai tsuwaru koto no nai uta wo
kotoba ni naranai hodo ureshii toki ni egao no you na uta ga utaetara.

"kareta koe ga tomaru made doko ni itai.


Tradução: Canção Murcha


Era tão vazio até agora não procurei a canção da Alma
Quando olhei para trás, não tinha restado nada

O tempo vai seguindo e desbotando Uma canção igual a uma flor, Sem nem mesmo razão para soar, uma canção murcha

Me distancio procurando o passado, eu já sabia disso Mas então porque dói?
Quanto está soando no peito, o timbre que sobra nos ouvidos?

"Não irá mudar nada" que nem aquele dia...
"Estou olhando para frente" é tão estranho...
"Aos poucos começou a ficar distante" tanto que a mão não alcança mais Você não é a única triste
"O que você está procurando?" comecei a não entender...
"Quando percebi você já tinha ido para algum lugar" depois de levantar vôo
"Machucando um inútil como eu" quando olhei para trás, um sorriso seco...

Nos momentos tristes sem saída Transborda uma canção sem mentiras que nem uma lágrima
E nos mementos felizes Tão felizes que não se transformam em palavras, Cante uma canção alegre

O medo ainda continua cruelmente, com a respiração no fim
Quando parei na estrada não tinha restado nada Não quero voltar aos dias frios daquele tempo

Desde criança sonhava dentro do sonho. Um atrás do outro
"Suportamos, sorrimos, choramos, nos machucamos"
Vamos juntos em direção à mesma cor do sonho

Nos momentos difíceis sem saída mostrei a minha fraqueza
E a pessoa em quem confio, suportou-a Eu só sei dizer palavras desajeitadas Mas até a voz murcha parar, quero ficar aqui

Nos momentos tristes sem saída, a tristeza transborda que nem lágrimas
E nos momentos felizes, tão felizes que não se transformam em palavras Cante uma canção alegre

"Até a voz murcha parar, quero ficar aqui" "Até a voz murcha parar..."

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...