quarta-feira, 7 de julho de 2010

Conheça um pouco sobre os Elfos!

A História dos Elfos!
Na exata hora em que Varda, a Senhora dos Céus, reacendeu as brilhantes estrelas sobre a Terra-média, as Crianças de Eru despertaram no Lago Cuiviénen, a "água do despertar". Essas pessoas eram os Quendi, que são conhecidos como Elfos; e quando vieram a existir a primeira coisa que notaram foi a luz das novas estrelas. Por isso os Elfos amam as estrelas acima de tudo e adoram Varda, a quem chama de Elentári, Rainha das Estrelas, acima de todos os Valar. E mais tarde, quando a nova luz atingiu os olhos dos Elfos no momento do despertar, ficou presa neles, e daí vem o brilho dos olhos dos Elfos.

Desta forma Eru, o Único, que os nascidos na terra chamam de Ilúvatar, criou a mais bela e mais sábia das raças. Ilúvatar declarou que os Elfos teriam e construiriam maiores belezas do que qualquer outra raça, que possuiriam as maiores felicidades e a maiores tristezas. Deveriam ser imortais e eternos, e deveriam viver tanto quanto a terra viveria. Nunca conheceriam doenças nem pestilências, mas seus corpos seriam como a terra, em substância, e poderiam ser destruídos. Poderiam ser mortos com fogo ou aço na guerra, ser assassinados ou mesmo morrer de uma grande tristeza.

A estatura dos Elfos seria a mesma dos Homens, que ainda estavam por ser criados, mas os Elfos seriam mais fortes de espírito e de membros, e não ficariam mais fracos com a idade, mas sim mais sábios e belos.

Apesar de muitos menores em estatura e força do que os Valar, os Elfos dividiram a natureza dos poderes destes mais do que os Segundo Nascidos o fazem. É dito que os Elfos tem uma aura como o brilho da Lua, logo abaixo da borda da Terra. Seus cabelos são como cordões de ouro ou tecidos de prata ou azeviche polido, e a luz de estrelas brilha ao redor deles, em seus cabelos, olhos, roupas prateadas e preciosas mãos. Sempre existe luz na face dos Elfos, e o som de suas vozes é variado e bonito, sutil como água. Dentre todas as suas artes, são mestres em oratória e lingüística, canções e poesia. Elfos também foram as primeiras criaturas da terra a falar com vozes, e nenhuma outra cantou antes deles. E justamente chamam a si mesmos de Quendi, os "que falam com vozes", pois ensinaram a arte da fala a todas as raças na Terra-média.

Na Primeira Era da Luz das Estrelas, após a Queda de Utumno e a derrota de Melkor, o Inimigo Escuro, os Valar chamaram os Elfos para as Terras Imortais do Oeste. Isto ocorreu antes do Surgimento do Sol e da Lua, quando apenas as estrelas clareavam a Terra-média, e os Valar desejaram proteger os Elfos da escuridão e do mal oculto que Melkor deixou para trás.

Então, nas Terras Imortais que ficam além dos mares do Oeste, os Valar prepararam um local chamado Eldamar, que significa "casa de elfos", onde é dito que em seu tempo os Elfos construíram cidades com domos de prata, ruas de ouro e escadarias de cristal.

Desta forma os Elfos se dividiram pela primeira vez; nem todos desejavam deixar a Terra-média e adentrar a Luz Eterna das Terras Imortais. Sob o convite dos Valar um grande número foi para o Oeste, e estes foram chamados de Eldar, o "povo das estrelas", mas outros permaneceram por amor à luz das estrelas e foram chamados Avari, "os receosos". De qualquer forma eles eram hábeis nos modos da natureza, como os da sua raça, e embora imortais, eram um povo menor. Eles permaneceram principalmente nas terras orientais onde o poder de Melkor era maior e então definharam.

Continua na próxima postagem!

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...