sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Panic Channel ou Panikku Channeru


O Panic Channel também é conhecido como Panikku Channeru e Panic*ch, as duas formas diferenciando as duas faces da banda. Eles se auto-intitulam uma "banda de espécies da natureza de segunda página".

O Panikku Channeru é o lado mais obscuro da banda, dominado por músicas altas e pesadas, acompanhadas de vocais gritados e profundos. O Panic*ch é o lado claro, feliz e colorido, que apresenta a maior parte das músicas mais melódicas.

Ainda que o Panic Channel seja uma banda independente, eles conseguiram construir uma grande e sempre crescente base internacional de fãs. O motivo para essa popularidade é, primeiramente, a música, que costuma ficar na cabeça. Por outro lado, também são os próprios membros, que são muito amigáveis e atenciosos.

Biografia

O Panic Channel foi fundado por Meguru (ex-GARASU), Kana e Tara em novembro de 2002. Em janeiro de 2003, a banda consistia de Meguru (vocais), Kana e Tsubasa (guitarras), Tara (baixo) e Yuusuke (bateria). Dois meses depois, a banda decidiu mostrar sua "segunda face", e nasceu seu alter-ego, Panic*ch.

A banda estreou em maio daquele ano no Osaka Club Vijon, onde venderam sua primeira vídeo tape, Panic Channel Kyouzai Video. Após esse evento, a banda começou a avançar, fazendo um show após o outro, revezando entre suas duas "faces" durante os eventos.

O Panic Channel fez seu primeiro one-man no Urawa Narciss, no dia 21 de setembro de 2003, e os ingressos esgotaram. Um dia depois, eles venderam seu primeiro single, Debut sen ~minna no chikai hen~, em uma edição limitada a 2000 cópias. O CD esgotou no mesmo dia, mas não foi lançada uma segunda edição. A banda continuou a se apresentar, normalmente no Meguro Rock May Kan e, mais para o fim do ano, lançou seu primeiro mini-álbum, Shinjisen ~Yume ni mukatte hen~.

No início de 2004, a turnê Shinjisen ~Yumw ni mukatte hen~ foi incluída na agenda do Panic Channel. Ela terminou no Dia dos Namorados, na casa de shows usual, o Meguro Rock May Kan.
No dia 18 de março, outro show one-man aconteceu, com a banda mostrando suas duas personalidades. Depois do show, Yuusuke deixou a banda e Takumi, ex-Aile, tomou seu lugar como membro suporte, mas se tornou um membro oficial no dia 3 de abril.

Uma agenda movimentada se seguiu e, no dia 29 de julho, o single seguinte do Panic Channel, Iyagasare, foi lançado, com apenas 3000 cópias disponíveis. Um mês depois, a banda lançou seu quinto single, Freestyle.

Em setembro, sua gravadora, Mission Music Factory, e a Undercode Productions, arranjaram um show two-man com o Panic Channel e o Karen. As bandas se reuniram no palco nos dias 23 e 26 de setembro. Pouco depois, o Panic Channel lançou mais um single, Kesshousen.

No início de outubro, a banda participou do evento Mad Tea Party Vol. 4, patrocinado pela banda D. Depois, o Panic Channel fez outros shows agendados e, de 13 a 17 de dezembro, fez uma série de apresentações no Meguro Rock May Kan. Durante o evento de cinco dias, o Panic Channel se apresentou com Iroha, Gift, Henzel e Ruvie. O evento terminou com o one-man Panikku Channeru vs. Panic*Ch.

Infelizmente, após a série de shows, Tara foi levado para o hospital com problemas no ouvido. Apesar de o Panic Channel continuar se apresentando, com Saburo, do Gift, no lugar de Tara, a gravação de seu álbum foi adiada.

A recuperação de Tara foi anunciada em fevereiro de 2005, e sua primeira apresentação depois disso aconteceu no Shinsakae MUJIKA, em Nagoya, no dia 10 de março. Além disso, o Panic Channel pôde gravar seu novo álbum, TRICK, lançado no dia 26 do mesmo mês.
Porém, a paz não durou por muito tempo. Depois do evento Undercode 3 Day Event Final, no dia 22 de março em Osaka, Meguru anunciou que Tara teve de voltar para o hospital por causa de seus problemas no ouvido. Durante esse período afastado, Tara anunciou que deixaria a banda, como os fãs haviam suspeitado. A verdade era que Tara já não se via mais como membro do Panic Channel, e começou um novo projeto, Betty, com Yuu (ex-Never Crazy), no final de 2005.

Após a saída de Tara, o Panic Channel fez alguns shows antes de anunciar, no dia 28 de agosto, que Tsubasa e Takumi também deixariam a banda. Seu show de despedida aconteceu no dia 30 de outubro, deixando Meguru e Kana como os dois membros restantes.

Em janeiro de 2006, Meguru anunciou que as posições vazias da banda seriam preenchidas por MAYO (guitarra), kiri (baixo) e KYO~YA (bateria). Em fevereiro e março, a banda voltou com uma agenda cheia de shows, incluindo sete eventos secretos, nos quais os meninos revezavam suas duas "faces".

Nos dias 1 e 2 de abril, eles fizeram shows de pré-lançamento de seus novos singles, Plow e Ishin, que foram lançados no dia 19 de abril e os mantiveram ocupados com shows e eventos.
Quase um ano depois, a banda lançou seu novo mini-álbum, Invisible Line, que, como seus outros lançamentos, incluíam músicas do Panic*ch e do Panikku Channeru, e foi seguido por vários shows e eventos. Eles também participaram do evento YEAR END of HOLIDAY 2007-2008, junto com RENTRER EN SOI, Siva, as.milk e mais.

Com uma agenda de lançamentos folgada, seus próximos singles foram lançados quase um ano depois. Mother's Expression e Father's Expression foram lançados no dia 25 de janeiro de 2008. Porém, apenas em agosto o Panic Channel lançou seu novo mini-álbum, Ray.

No dia 5 de setembro, a banda iniciou sua turnê the cause of the Ray, que terminou no dia 28 de outubro. Atualmente a banda se prepara para quatro shows em novembro. Apesar de os lançamentos do Panic Channel não serem tão freqüentes, vale a pena esperar por eles. Então, enquanto não há anúncios sobre futuros lançamentos, o Panic Channel é uma banda que merece atenção.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...